Sexta-feira, 23 de Maio de 2008

Sinais e sintomas do alcoolismo

O conceito de “síndrome de dependência do álcool” é usado na medicina para designar um agrupamento de sinais e sintomas que nem sempre estão todos presentes, mas devem apresentar uma regularidade para permitir o reconhecimento clínico da mesma. É uma doença caracterizada pelos seguintes elementos:
  • Compulsão: uma necessidade forte ou desejo incontrolável de beber;
  • Perda de controle: a inabilidade frequente de parar de beber uma vez que a pessoa já começou;
  • Dependência física: a ocorrência de sintomas de abstinência, como náusea, suor, tremores e ansiedade, quando se para de beber após um período continuado de grande ingestão. Tais sintomas são aliviados bebendo-se álcool ou tomando-se outra droga sedativa;
  • Tolerância: necessidade de aumentar a quantidade de álcool para se sentir ébrio.
Publicado por bebesalcoolrecusa às 21:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Padrões de consumo de álcool

A OMS distingue três formas de consumo de álcool que podem induzir ou implicam consequências indesejadas:
  • Consumo de risco -   padrão de consumo que, caso seja mantido, pode ter implicações físicas ou mentais.
  • Consumo nocivo -  provoca danos na saúde do consumidor, a nível físico e mental.
  • Dependência -  resulta do consumo repetido de álcool e define-se como “um conjunto de aspectos clínicos e comportamentais que podem desenvolver-se após repetido uso de álcool: desejo intenso de consumir bebidas alcoólicas, descontrolo sobre o seu uso, continuação dos consumos apesar das consequências, grande importância dada aos consumos em desfavor de outras actividades e obrigações, aumento da tolerância ao álcool (necessidade de quantidades crescentes da substância para atingir o efeito desejado ou uma diminuição acentuada do efeito com a utilização da mesma quantidade) e sintomas de privação quando o consumo é descontinuado”.
Publicado por bebesalcoolrecusa às 21:42
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|

As figuras da alcoolização na adolescência

Iniciação ao álcool
Geralmente, o primeiro contacto do jovem com o álcool sucede no agregado familiar, intrinsecamente relacionado com os hábitos de consumo dos progenitores.
O primeiro impacto com as bebidas alcoólicas pode surgir entre os 4 e 5 anos, associado à alegria das festividades ou, por outro lado, à alcoolização dos pais. A partir dos 10 anos a criança torna-se, por vezes, consumidora, frequentemente devido à conotação social positiva do acto. A sociedade associa ao álcool êxito, poder, glória, alienação e comunicação, tendo-se, portanto, revestido, no decorrer dos tempos, de mística e valor social.
 
O consumo tornado hábito
Outra das faixas etárias cruciais no período que se segue à iniciação, situa-se nos 14 anos. As bebidas alcoólicas associam-se a preconceitos enraizados na cultura nacional e que atribuem às bebidas alcoólicas capacidades como: aquecimento, divertimento e poder saciante.
Os amigos e companheiros substituem a influência dos pais, sendo que, nos novos grupos, álcool é sinónimo de maturidade e libertinagem.
 
Da festa à embriaguez
As bebidas alcoólicas constituem, actualmente, rituais que simbolizam, para os adolescentes a união, a celebração efusiva, acompanhada, por vezes, de cânticos e diálogos fervorosos.
 
Embriaguez – Partida e regresso
O álcool, além do carácter festivo, pode ainda ser a escapatória para problemas e vicissitudes do quotidiano.
Nesta etapa, a bebida alcoólica serve propósitos semelhantes aos psicotrópicos, propiciando a alienação ou fuga à realidade. Desta forma, o jovem ambiciona a atenuação dos problemas, uma falsa sensação de bem-estar.
No entanto, os efeitos que se seguem são claramente adversos, propiciando, muitas vezes, a procura de soluções rápidas como o suicídio, o regresso ao álcool ou, com menos frequência, a abstinência total.
Publicado por bebesalcoolrecusa às 19:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Sinais e sintomas do alco...

Padrões de consumo de álc...

As figuras da alcoolizaçã...

Abordagem do fenómeno na ...

Tipos de bebidas alcoólic...

História do Álcool

Definição de Alcoolismo

I Jornadas "Alcoolismo na...

Bebes Álcool? Recusa!

Arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Tags

abordagem do fenómeno na adolescência

adolescência

alcoolismo

alcoolismo na adolescência

área de projecto

as figuras da alcoolização na adolescênc

definição de alcoolismo

escola

estudantes

história do álcool

i jornadas "alcoolismo na adolescência"

ipj

jornadas

leiria

padrões de consumo de álcool

sinais e sintomas do alcoolismo

tipos de bebidas alcoólicas

todas as tags

Contador de Visitas

blogs SAPO

subscrever feeds